3h
Sesimbra

Uma experiência que proporciona momentos de rara beleza e inesquecíveis, especialmente para os mais jovens, e para todos aqueles que pela primeira vez buscam a experiência de vivenciar a observação dos golfinhos no seu habitat natural!

Realizamos diariamente de Abril a Outubro nos horários indicados os nossos passeios de barco para avistamento de golfinhos tendo a Bolhas Tours desde 2013 uma taxa de sucesso de 100% nas observações realizadas!

Nos nossos passeios turísticos em Sesimbra são presença constante tanto o golfinho comum do Atlântico como o golfinho Roaz Corvineiro Costeiro e do Sado.

Apenas a 30 minutos de Lisboa e com óptimos acessos junte o seu grupo de amigos ou familiares e venha visitar estes animais deslumbrantes, conhecendo a bordo das nossas embarcações os seus hábitos, características e comportamentos; será sem duvida uma experiência única!

Partiremos do Porto de Sesimbra percorrendo o parque marinho Luiz Saldanha, rico não só em Golfinhos bem como em outras espécies de mamíferos marinhos como baleias piloto, anãs e mesmo Orcas que não raras vezes podem ser observadas de Setembro a Outubro na sua rota anual de migração para o Norte da Europa e que fazem da zona de Sesimbra e do Cabo Espichel, rica em peixes que fazem parte da dieta deste mamiferos, zona de paragem obrigatória para alimentação.

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

Passeio de barco ao longo da costa do Parque Marítimo Luís Saldanha e Estuário do Sado. Avistamento dos grupos de golfinhos identificados – Golfinho Comum do Atlântico ou Golfinho Roaz Corvineiro. Acompanhamento do grupo na duração e de acordo com o código de conduta do Parque Natural da Arrábida – ICNF. Paragem no regresso na magnífica baía da armação para mergulho nas águas límpidas desta baía de Sesimbra apenas acessível por barco. Regresso ao Porto de Abrigo de Sesimbra.

Incluído

  • Prova de Vinho
  • Barco com tripulação
  • Seguro
  • Equipamento de snorkeling
  • Guia
  • Garrafa de água

Extras possíveis a pedido

Prancha de Stand Up Paddle, GoProTransfer Diário Lisboa/Sesimbra/Lisboa – Desde €25 por pessoa!

Mínimo de 6 participantes

Contacte com a sua data pretendida e confirmaremos disponibilidade

Trazer

Creme solar, calçado adequado para água, fato de banho ou neoprene

€40 por pessoa, crianças com menos de 6 anos tem 50% de desconto Preços especiais para grupos, contacte

Golfinhos roaz corvineiro (Tursiops truncatus)

Golfinhos roazes corvineiros também conhecidos por golfinho nariz de garrafa em inglês “Bottlenose Dolphin”, é a mais famosa espécie de golfinho do mundo. Em função da sua distribuição no Atlântico Norte são bastantes comuns os avistamentos ao longo da costa de Sesimbra e do Parque Natural da Arrábida. No estuário do Rio Sado reside também uma comunidade de 30 golfinhos da espécie roazes, que encontraram aí o refugio perfeito para viverem e prosperarem. São animais de grande porte medindo até 4 metros e pesando 400kg de grande inteligência com hábitos, comportamentos e características únicas no reino animal. O golfinho roaz corvineiro possui um corpo robusto, a cabeça robusta e o bico curto e largo e nitidamente distinto da cabeça. A sua alimentação baseia-se em pequenos peixes, lulas, polvos e crustáceos, espécies bastantes abundantes no estuário do Sado e no Parque Marinho que banha a costa da Arrábida.Golfinho azul comum (Delphinus delphis L.)

O golfinho comum também chamado delfim pode ser confundido com outras espécies de golfinhos, como as baleias-piloto. Estes golfinhos são nadadores rápidos que podem atingir até 60km por hora e são muito conhecidos pelas suas acrobacias. Esta espécie tem um comprimento que varia entre 1,6 a 2,4 metros, podendo atingir entre 100 a 200kg de peso, sendo que as fêmeas são ligeiramente mais pequenas que os machos e têm como período máximo de vida 35 anos. O golfinho azul comum alimenta-se de uma grande variedade de peixes pelágicos tais como a sardinha, pequenos carapaus e anchovas. São avistados frequentemente no verão ao largo de Sesimbra em grupos de 10 a 100 ou mais indivíduos.

Orcas (Orcinus orca)

A orca é o maior membro da família dos golfinhos. É conhecida por ser um superpredador versátil e de grande inteligência. A contrario do que o seu nome popular “Baleia Assassina” indica, esta designação, não tem correspondência directa com o seu comportamento, era conhecida sim por “Assassina de Baleias” – aquela que caça baleias, designação dada pelos pescadores do séc. XVIII que foram os primeiros a relatar os comportamento de caça em alcateia que as Orcas adoptavam quando se alimentavam de outras espécies de cetáceos. Nos meses de Setembro e Outubro é comum serem realizados avistamentos pontuais de orcas em toda a costa Norte de Sesimbra até ao Cabo da Roca e mesmo na costa Sul ao longo da Arrábida. Neste período, grupos identificados de Orcas saem do Mediterrâneo e rumam para o Atlântico Norte e Circulo polar Ártico passando ao largo do Cabo Espichel na ponta Oeste de Sesimbra em busca de presas para o Inverno. A alimentação das orcas é constituída por peixes pelágicos, baleias, moluscos, mamíferos marinhos como focas e leões marinhos, tartarugas, e até mesmo tubarões; algumas destas espécies como os peixes pelágicos são bastante abundantes no mar ao largo da costa da Arrábida e na costa de Sesimbra estando esta espécie de cetáceo presente em todos os Oceanos. As orcas macho podem medir até 10 metros de comprimento e pesar até 10 toneladas, as fêmeas são menores, chegando aos 8,5 metros e pesar entre 6 a 8 toneladas.